Vazio desde 2015, Edifício Andes tem demolição como destino em Boa Viagem

Prédio que conta a história da ocupação residencial da Zona Sul do Recife vai se deteriorando enquanto a construtora decide quando vai derrubá-lo para erguer empresarial no lugar…

Saiba Mais

Pequenos “condomínios” do século 20 resistem na Rua Benfica, na Madalena

Vizinhos, dois exemplares da primeira metade do século 20, sobrevivem num dos bairros mais visados - e descaracterizados - pelas construtoras…

Saiba Mais

Discretos, “escondidos”, mas cheios de personalidade na Rua das Pernambucanas

Na mesma rua, separados por metros, dois exemplares de pequenos residenciais desafiam marcado e o tempo…

Saiba Mais

Pequenos edifícios resistem e contam a história de se “morar em prédio” no Recife

Edificações residenciais de meados do século XX são prova de que pode se construir sem destruir identidade e história. Aqui, exemplares da Boa Vista, área central da capital pernambucana. …

Saiba Mais

Irresistível Tupy, o mais charmoso residencial da Samuel Pinto

Pequeno prédio de rua sem saída na Boa Vista tem três andares, janelas e varandas imensas, muro e grades baixos e entrada com azulejos e porta originais. Além disso, conta com lampiões e árvores frondosas na porta…

Saiba Mais

“Prédia” permanece de pé, um ano após ter sido esvaziado

Um ano após ser esvaziado, edifício Monte Castelo segue "vivo", mas condenado e aguardando a sentença que será a demolição. Desaparecimento do prédio contribuirá para a perda de memória e identidade do Recife.…

Saiba Mais

Aquarius estreia e estimula debate sobre preservação e memória afetiva

Filme Aquarius, rodado no edifício Oceania, no Pina, entra em cartaz no circuito comercial, estimulando o debate sobre a necessidade de se preservar aquilo que forma nossa , nossa história…

Saiba Mais

Oceania: o lindo prédio do filme Aquarius é símbolo de resistência na Zona Sul

O Edifício Oceania, cenário e "personagem central" do filme Aquarius, de Kleber Mendonça Filho, é, na vida real, símbolo máximo de resistência à descontrolada especulação imobiliária do Recife, em particular da orla de Boa Viagem/Pina. Na ficção também. Na trama, a atriz Sônia Braga vive uma jornalista, moradora do Aquarius, que abre guerra à construtora interessada em adquirir o pequeno edifício (dos anos 1950) para demolí-lo e erguer no local mais arranha-céu, como tantos…

Saiba Mais