Antes que Suma

“Resgatando” (pelo menos em fotos) a identidade do Moradas Bento-Ilá

Por Jota | 11 de dezembro de 2018

O prédio Moradas Bento-Ilá é mais um daqueles casos de resistência diante da ditadura da verticalização do Recife. Fica nos Aflitos na Rua Desembargador Martins Pereira, Zona Norte.

É um bloco de apartamentos amplos (dão a sensação de se morar em casa) com escadas construídas em vãos azulejados e “emolduradas” por combogós.

Tudo muito simples, sem grandes artifícios de engenharia. Azulejos também pode ser visto na fachada, que tem janelões conectados à rua. Um jardim reforça a beleza e o aspecto de casa do Bento-Ilá.

O texto acima foi publicado em 2015, quando o Antes que suma existia apenas no Facebook.

Resgatamos o conteúdo e as fotos para “guardar” o material no site, principalmente porque o prédio sofreu intervenções “modernizadoras” que comprometeram sua originalidade, sua identidade.

O granilite que embelezava o piso das áreas comuns – que dão acesso aos apartamentos – e dos degraus da escadas entre o térreo e o primeiro andar foram cobertos por porcelanato.

As fotos, feitas com o intuito de captar a riqueza das características arquitetônicas da construção, muito provavelmente erguida em meados do século XX, acabaram por adquirir o caráter de “documento”.

Tornaram-de registro dos materiais originais empregados no Moradas Bento-Ilá, cujo nome é uma homenagem prestado pelo construtor a ele mesmo e à esposa – costume herdado no início do século passado, quando mulheres, geralmente filhas dos proprietários dos imóveis, nomeavam casas e vilas.

O pequeno prédio é formado por quatro amplas habitações arejadas e iluminadas pela generosidade das janelas. A construção é cercada por jardim.

A torcida do Antes que suma é que futuras intervenções não impliquem no desaparecimento de materiais originais do Moradas Bento-Ilá.

O prédio, que é testemunha de como se concebia apartamentos na metade do século XX, bem que merece guardar em si o que resta da sua autenticidade.

Relembre posts que enfocam os Aflitos:

Mais uma casa prontinha para desaparecer e “modernizar” o Recife

Mais um casarão demolido na Avenida Rosa e Silva. Vem novo shopping por aí?

Casas (muito poucas) mostram “fôlego” e vão resistindo nos Aflitos

Nos Aflitos: o que será do lindo casarão da Rua Dr. José Maria?

Exemplar racionalista mantido intacto na Carneiro Vilela

Três casas, três relíquias de um tempo em que flores e quintais eram essenciais às moradias

Embora mal conservado, residencial modernista é preciosidade nos Aflitos

Carente de melhorias, Santa Eugênia é exemplar de um tempo em que prédios-moradia dialogavam com a cidade

Adeus a uma das belezas da Avenida Santos Dumont