Antes que Suma

Painel de Abelardo da Hora permanece esquecido no centro

Por Jota | 14 de outubro de 2016

Esse painel pintado sobre azulejo tem a assinatura de Abelardo da Hora, escultor, desenhista, gravador e ceramista pernambucano, nascido em 1924 em São Lourenço da Mata e falecido em setembro de 2015.

O mural embeleza a fachada no edifício Joaquim Nabuco, na praça do mesmo nome, no bairro de Santo Antônio, coração do Recife. A obra é intitulada “Joaquim Nabuco e a Abolição da Escravatura”.

Por estar recuada e protegida pela marquise, segue aparentemente preservada. Mas, vista de perto, constata-se que necessita de manutenção.

Aliás, o prédio onde está o painel é uma decadência só. Um reflexo do abandono e da política oficial de desvalorização de grande parte do centro da cidade, fato que só contribui para o esquecimento de obras de arte como esta.

Em agosto de 2015  uma exposição reuniu o legado de Abelardo, inclusive com peças inéditas, na Caixa Cultural. O painel permanece como se não existisse. 

O sexto andar do prédio onde fica o painel, vale lembrar, foi alvo de incêndio em abril deste ano. Felizmente, o fogo foi controlado. 

Saiba mais sobre o grande artista que foi Abelardo da Hora AQUI