Antes que Suma

Nos Aflitos: o que será do lindo casarão da Rua Dr. José Maria?

Por Jota | 6 de outubro de 2017

Enquanto exemplares de construções neocolonialistas estão “salvos” e ocupados nas Graças, outros estão vulneráveis em bairros da Zona Norte.

Este, na esquina das Ruas Dr. José Maria e Gomes de Matos Júnior, nos Aflitos, está desocupado e posto para aluguel.

Mesmo que não se queira fazer alarde,  é impossível não temer pelo futuro de uma edificação tão valiosa e que garante à região, já tomada por arranha-céus, algum respiro de horizonte e de paisagem.

O sobrado é um espetáculo. No conjunto e nos detalhes. É composto por térreo e primeiro andar e reúne características marcantes do neocolonialismo.

Este estilo, há que se destacar, teve seu auge no início do século passado, o que significa que o sobrado deve estar beirando os 100 anos.

O site Arquienauta destaca que o neocolonialismo fez parte de um novo comportamento cultural do período republicano no Brasil (1889-1930).

Segundo o site, o objetivo era reagir ao ecletismo e às influências estrangeiras e buscar “uma identidade brasileira, as raízes de uma nação que então ressurgia em uma estrutura republicana”.

As características neocoloniais, como pilastras, terraços, telhas rabo de andorinha, elementos decorativos (azulejos ornados com material que lembra cantaria que se via em casas e igrejas do período colonial) estão presentes no casarão da Dr. José Maria. Até mesmo uma chaminé existe.

O amplo terreno do imóvel conta ainda com instalações auxiliares que, certamente, eram destinadas aos empregados.

A expectativa – e a nossa torcida – é que o casarão seja reocupado e preservado. E que continue embelezando e fazendo o contraponto à padronização verticalizada da paisagem dos Aflitos.

Para saber mais sobre neocolonialismo clique AQUI (site Arquienauta) e  AQUI  (Unicamp). Abaixo, outras publicações que tratam de construções neocoloniais.

“Irmãs” de estilo, separadas pelas condições de preservação

Sobrado neolocolonial intacto e lindo na Rui Barbosa

Casarão neocolonialista da Rádio Patrulha abrigou faculdade da UFPE

Embora aparentemente abandonado, casarão mantém beleza das linhas originais

Casarão transformado em salão de festa é festa pra quem passa na Rui Barbosa