Antes que Suma

Exemplar valioso da arquitetura influenciada pelo traço sinuoso de Niemeyer

Por Jota | 3 de maio de 2017

O prédio onde desde 1972 está sediada a Fundação Chesf de Assistência e Seguridade Social (Fachesf), na Rua do Paissandu, na Boa Vista, tem valor arquitetônico inestimável.

Embora ocultado por grades e guarita que nada têm a ver com a edificação, o imóvel erguido em 1945 chama atenção pelas curvas, pilares e linhas arquitetônicas que remetem imediatamente ao traço de Oscar Niemeyer.

O “Estudo para a preservação da arquitetura moderna na cidade do Recife (1930 a 1960)”, assinado em junho de 2008 pelos arquitetos Roberta Lílian Bezerra Smith e Marcelo de Brito Albuquerque Pontes Freitas, na Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia, diz o seguinte:

Outros edifícios importantes da década de 1940 são: o Edifício Inconfidência, de 1942, projetado por Carlos Frederico Ferreira para o Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Industriários (IAPI) e o Edifício da FACHESF (1945), projetado por José Norberto Silva, para ser inicialmente uma clínica. Nesses projetos revela-se mais uma vez a influência do modernismo europeu, além da evocação da liberdade formal de Oscar Niemeyer na Pampulha (MARQUES e NASLAVSKY)“.

O estudo conclui ainda que “algumas obras identificadas na revisão bibliográfica não possuem, ainda, nenhum tipo de proteção”, entre elas está, infelizmente, o edifício da Fachesf.

A última foto publicada é uma reprodução do site da entidade, que, estranhamente, não faz referência alguma à arquitetura do prédio. A imagem revela a construção ainda livre da guarita e das grades. 

Para saber mais sobre o estudo de Roberta e Marcela é só clicar AQUI