Antes que Suma

Casas são guia de passeio pelo passado das Graças

Por Jota | 21 de maio de 2018

Se em avenidas conhecidas por ser corredores de ônibus e referência no trânsito da cidade o bairro das Graças é pródigo em construções valorosas, em vias menos trafegadas a história se repete.

Num giro por ruas que formam o coração do bairro é possível se deparar com casas de estilos e épocas distintos, indicando um passado residencial charmoso.

Algumas, resistem, bravamente, como moradias. Outras abrigam empreendimentos de segmentos diversos. Há ainda aquelas que se encontram vazias e oferecidas para aluguel ou venda.

Muitas permanecem com linhas originais, com muro baixo e jardim. Um outro contingente apresenta deteriorações decorrentes de descuido e/ou abandono.

Para “descobri-las” e apreciá-las é necessário ir a pé. Só percorrendo as ruas e se permitindo observar é possível “garimpar” as preciosidades das Graças.

Ponha no roteiro as ruas Cardeal Arcoverde (tem grande acervo, algumas lembram casas de vila), do Futuro, das Graças, Dona Anunciada, do Cupim, Esmeraldino Bandeira, João Ramos, Confederação do Equador.

Não se esqueça de reparar nas belezas das Avenidas Rui Barbosa e Rosa e Silva. O trajeto pelo “modo de morar” de antigamente pode ser um bom programa para quem aprecia arquitetura e verde.

Relembre publicações que têm edificações das Graças como alvo:

Belo, imponente e “escondido” na Rosa e Silva

O belo conjunto que abriga a Escolinha de Arte do Recife

Casarão transformado em salão de festa é festa pra quem passa na Rui Barbosa

Casa onde funcionou a Tortaria agora só existe em foto

Palácio dos Manguinhos é exemplar precioso da arquitetura do século XIX

Não é Olinda nem Poço da Panela. A casa linda fica na Rua da Amizade

A beleza das jardineiras azulejadas do Edifício Carlos Borges

OBS: a galeria de foto estará sempre incompleta e aberta para receber mais fotos de outras construções do bairro das Graças.