Antes que Suma

Mesmo desfigurada, Estrada de Belém ainda reúne encantos

Por Jota | 22 de fevereiro de 2017

Caminho entre o bairro da Encruzilhada, no Recife, e Salgadinho, em Olinda, a Estrada de Belém, era até há poucos anos, território de casas.

Existiam ali construções que dialogavam com a rua e exibiam jardins, muros baixos e caprichos estéticos agradáveis aos olhos de quem se permite encantar com uma simples caminhada.

Hoje já bastante tomada por edifícios residenciais, a Estrada de Belém está bem descaracterizada e cada vez mais distante do passado de beleza.

Até os altos pés de oitis que ajudavam a formar o cenário são constantemente atacados pelas podas nem um pouco saudáveis patrocinadas ou autorizadas pela Prefeitura do Recife.

Antes que os últimos exemplares desapareçam e o progresso desfigure por completo a rua, percorremos o trecho que fica entre os bairros da Encruzilhada e Hipódromo para mostrar as casas que resistem.

Algumas ainda servem de moradia e estão em bom estado. Outras são ocupadas por empreendimentos privados e perderam o muro.

Existem também as que estão fechadas sofrem as consequências do abandono. Se eu fosse você começava a reparar nas belezas que ainda “cercam” a Estrada de Belém.

Para saber mais sobre o bairro da Encruzilhada, um texto da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj) AQUI.