Antes que Suma

Mais uma casa marcada para desaparecer na Boa Vista

Por Jota | 7 de julho de 2019

Esta casa, já modificada, pode estar com os dias contados. Segundo informações que já circulam pelo mercado, será derrubada para dar lugar a um edifício-garagem. Fica na Rua Gonçalves Maia, na Boa Vista, área central do Recife.

O imóvel pertence ao grupo empresarial proprietário do posto de gasolina vizinho, na esquina da Avenida Conde da Boa Vista com a Gonçalves Maia, a metros do Consulado Americano.

A casa, com ares de primeira metade do século XX, foi residência e, por anos, foi ocupada por empreendimentos comerciais de diversos segmentos.

Hoje permanece com esta utilização (é centro de serviços voltados a quem tentar obter visto norte-americano), mas tem aspecto malcuidado.

A demolição do imóvel faz parte de um projeto de expansão de serviços do posto, que comercializa combustíveis, lanches, bebidas, cigarros, comida japonesa, e produtos comuns a lojas de conveniência.

A destruição de casas tem descaraterizado o quadrilátero limitado pelas ruas Dom Bosco e Soledade, e avenidas Conde da Boa e Manoel Borba, no centro do Recife.

Nas ruas das Ninfas e Progresso casas com valor histórico e arquitetônico desapareceram para que fossem erguidos edifício e estacionamentos de automóveis.

Esta, que agora é tida como condenada, reúne características que marcam construções da metade inicial do século passado.

Podem ser observados colunas (modificadas), terraço com piso hidráulico, porta em madeira trabalhada, escadinha de acesso e indícios de que a platibanda reunia adornos típicos daquele período.

Embora desaquecido, o mercado de construção civil, continua destruindo a memória da Boa Vista.

Relembre de outras perdas da Boa Vista:

“Progresso” vai matando a Rua do Progresso e a Boa Vista: mais duas casas demolidas

Geminadas da Rua do Giriquiti definham a cada dia

Sobrado que abrigou bares históricos da Boa Vista segue sob risco 

Casa-estúdio de Edmond Dansot dá lugar a prédio, na Rua das Ninfas