Antes que Suma

Riquezas de uma rua marcada para ser desfigurada

Por Jota | 12 de julho de 2017

A rua que está prestes a perder 12 casas para dar lugar a torres, no Cordeiro, reúne um acervo de imóveis que merece ser destacado.

Em frente ao quarteirão que será demolido e nos quarteirões seguintes na Rua Paes Cabral existem construções residenciais “típicas” de bairro.

São casas com jardim, grandes portas e janelas, varandas e muros – a maior parte – baixos. A rua, como já publicado no Antes que suma, perderá identidade, história e horizonte.

Casas geminadas serão demolidas e rua do Cordeiro faz última festa de São João

Por isso mesmo a torcida é para que imóveis que continuarão a formar parte da Paes Cabral sejam preservados e assegurem um mínimo interação entre moradores e a rua.

Os estragos da chegada de arranha-céus numa rua de um bairro como o Cordeiro não são apenas relacionados às questões de ordem estrutural, como aumento do fluxo de carros e saturação de rede de esgoto.

A desfiguração é também no modo de vida,  no cotidiano da rua, nas relações entre os moradores e entre estes e a cidade.

A rua faz esquina com a Avenida Caxangá, principal corredor viário da Zona Oeste do Recife.  As 12 casas condenadas a desaparecer ficam no quarteirão entre a Avenida e a Rua Desembargador Manoel de Sá Pereira.